Governo determina suspensão de perfis da PF e PRF após pedido de vaquinha para Bolsonaro

Nine
prf.jpg

- PATROCINADO -

O Governo Federal determinou nesta quinta-feira (29) a suspensão dos perfis regionais da Polícia Federal (PF) e da Polícia Rodoviária Federal (PRF) nas redes sociais. Somente os perfis nacionais da PF e da PRF seguem ativos.

- PATROCINADO -

A decisão ocorre após o perfil da PRF de Sergipe publicar um pedido de vaquinha para o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) na madrugada.

A mensagem divulgava um link para doação e ressaltava que “a equipe da PRF de Sergipe decidiu colaborar com a causa”, porque acredita que Bolsonaro “merece todo nosso apoio como pátria”.

Perfil da PRF de Sergipe publica mensagem pedindo vaquinha a Bolsonaro / Reprodução/PRF-SE

Procurada pela CNN, a PRF afirmou (leia íntegra abaixo) que o Instagram da superintendência estadual “foi alvo de ataque hacker” e esclareceu que “não pede doações de qualquer espécie para pessoas públicas ou partidos políticos”.

A instituição federal ainda informou que o link compartilhado direciona, na verdade, para um golpe. “A PRF informa que apura o ocorrido para tomar as providências necessárias a fim de cessar esta e futuras investidas criminosas e reforça sua defesa contra esse tipo de ataque”, observou.

Em conversa com a CNN, o diretor-geral da PRF, Antônio Fernando Oliveira, confirmou que o perfil sofreu um ataque. “Estamos trabalhando para resolver junto às áreas técnicas”, disse.

A Portaria nº 413/2023, publicada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, prevê:

  • Art. 1º – Determinar a suspensão dos perfis regionais da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal nos sites, blogs, além das seguintes plataformas de redes sociais: Instagram, Facebook, Twitter, YouTube, LinkedIn e outras.
  • § 1º – Permanecem ativos e válidos apenas os perfis nacionais da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal.
  • § 2º – Caberá aos respectivos órgãos a análise de conveniência, oportunidade e segurança de tais perfis regionais, enviando suas conclusões ao Ministério da Justiça e Segurança Pública em 30 (trinta) dias.
  • Art. 2º – O gerenciamento dos sites, blogs e das plataformas de redes sociais institucionais no âmbito da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal será realizada de forma centralizada, respectivamente, pela Coordenação-Geral de Comunicação Social da Polícia Federal e pela Coordenação de Comunicação Institucional da Diretoria-Executiva da Polícia Rodoviária Federal.
  • Artº 3 – Os setores de comunicação social da Academia Nacional de Polícia, das Superintendências Regionais da Polícia Federal e dos núcleos de comunicação social das Superintendências Regionais da Polícia Rodoviária Federal deverão encaminhar as matérias produzidas para publicação às unidades centrais previstas no art. 2º, enquanto perdurar a presente suspensão.
  • Artº 4 – Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação. 

Veja a nota da direção da PRF

“Na madrugada desta quinta-feira (29), o Instagram da Superintendência da Polícia Rodoviária Federal em Sergipe foi alvo de ataque hacker.

Na publicação, criminosos pedem doações ao ex-presidente Jair Bolsonaro por meio de QR code. O código direciona as vítimas para a página de transferência de valores, onde ocorre o golpe.

A Polícia Rodoviária Federal esclarece que não pede doações de qualquer espécie para pessoas públicas ou partidos políticos.

A PRF informa que apura o ocorrido para tomar as providências necessárias, a fim de cessar esta e futuras investidas criminosas, e reforça suas defesas contra esse tipo de ataque.”

- PATROCINADO -

(Com informações de Carolina Figueiredo, Elijonas Maia, Gabriele Koga, Gustavo Uribe e Vinícius Bernardes)

Compartilhe esta história
Deixe um comentário

Apoios

Baixe o Aplicativo do NINE!

Um portal que vai te apresentar experiências em Turismo, Música, Gastronomia e muito mais.

Para acessar no celular, baixe o App do NINE.

Para IPHONE,
Clique em: