Nasa divulga imagem inédita de Saturno tirada do telescópio James Webb

Nine
Nasa-divulga-imagem-inedita-de-Saturno-tirada-do-telescopio-James.jpg

- PATROCINADO -

NASA, ESA, CSA, STScI, M. Tiscareno (SETI Institute), M. Hedman (University of Idaho), M. El Moutamid (Cornell University), M. Showalter (SETI Institute), L. Fletcher (University of Leicester), H. Hammel (AURA); image processing by J. DePasquale (STScI)

- PATROCINADO -

A imagem mostra o planeta mais escuro, com os anéis brilhando e alguns satélites naturais

A agência espacial norte-americana, NASA, publicou uma nova imagem do planeta Saturno, que foi tirada pelo Telescópio Espacial James Webb. Nela, pode-se ver o planeta em tons mais escuros, envolto pelos anéis de gelos brilhantes. Além disso, pode-se observar três satélites naturais do planeta o orbitando.

A maneira como a imagem foi capturada explica a luminosidade provinda dos anéis. Saturno foi registrado pela NIRCam, uma câmera infravermelha, que está localizada próxima ao telescópio. O aparelho registra o planeta mais escuro devido ao tipo de ondas emitidas, e a forma como ela reage ao gás metano, que absorve quase toda a luz incidente na atmosfera. Por outro lado, os anéis, que são formados em sua maioria por cristais de gelo e rochas, não sofrem nenhuma interferência.

A foto faz parte de um projeto que tem como objetivo descobrir novas luas na órbita do planeta. A procura por novos corpos celestes no sistema de Saturno é uma forma de mapeamento dos cientistas para se ter uma visão completa de como ele está funcionando. Dessa forma, poderão entender melhor como o planeta se portava no passado, em comparação a como se porta atualmente. Para isso, eles utilizam o James Webb.

Na imagem divulgada, além dos anéis brilhantes, é possível visualizar três satélites naturais do planeta: Dione, Encélado e Tétis. Os cientistas já haviam usado recentemente o telescópio para estudar mais Encélado. Na pesquisa, foi possível encontrar uma pluma de vapor de água considerada grande, além de partículas que jorravam do polo sul, sendo direcionadas ao anel E de Saturno.

Há uma expectativa dos cientistas de que novos registros sejam feitos pelo telescópio, e que eles auxiliem nas investigações de alguns anéis considerados mais fracos, como o fino anel G e o difuso anel E.

Leia mais

Compartilhe esta história
Deixe um comentário

Divulgação

50 Receitas Fitness

Curso de Massagem

Baixe o Aplicativo do NINE!

Um portal que vai te apresentar experiências em Turismo, Música, Gastronomia e muito mais.

Para acessar no celular, baixe o App do NINE.

Para IPHONE,
Clique em:

Nine Receba notificaçoes de novas histórias, notícias e experiências.
.
Ativar Notificações