O que é um ciclone extratropical, que ligou alerta na região sul do Brasil

Nine
24790_B0997027B77D6218.jpg

- PATROCINADO -

A formação de um ciclone extratropical próximo ao sul do Brasil deve provocar ventos e fortes chuvas em várias partes do país a partir da noite desta quarta-feira (12).

- PATROCINADO -

Em junho, um forte ciclone deixou 14 pessoas mortas no Rio Grande do Sul, e causou deslizamentos, enxurradas, inundações e quedas de pontes.

O que é um ciclone?

De acordo com a MetSul Meteorologia, esse fenômeno é caracterizado por um sistema de baixa pressão atmosférica que ocorre em latitudes médias, ou seja, longe da região equatorial.

Os ciclones extratropicais são comuns em regiões como a Europa, América do Norte e Ásia, mas também podem ocorrer em países como o Brasil. Esses ciclones costumam se caracterizar por fortes ventos, chuvas intensas e até neve, dependendo da região.

Como os ciclones se formam?

Os ciclones extratropicais geralmente se formam a partir da diferença de temperatura entre a região equatorial e as latitudes médias. Isso ocorre porque o ar quente da região equatorial sobe e o ar frio das latitudes médias desce, criando uma zona de conflito que pode gerar os ciclones.

Além disso, a presença de correntes de ar em altitudes diferentes também pode contribuir para a formação desses fenômenos.

Tipos de ciclones

Segundo o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), os ciclones surgem principalmente sobre os oceanos, em geral em regiões tropicais [entre os trópicos de Câncer e Capricórnio], podem durar vários dias e se deslocar por longas distâncias, tornando-se, em alguns casos, muito intensos.

Também há os casos em que esses fenômenos ocorrem fora das regiões tropicais. Quando ocorrem fora dessas zonas, recebem o nome de ciclones extratropicais.

Nos eventos tropicais, a energia vem da evaporação da água do mar. Já nos extratropicais, há uma frente fria associada. Os ventos são mais fracos e a energia vem de contrastes térmicos horizontais, ou seja, massa de ar frio próximo a uma massa de ar quente.

Medidas para minimizar o impacto dos ciclones

A Defesa Civil alerta que é importante adotar medidas preventivas para minimizar os impactos desses fenômenos.

Entre as medidas recomendadas estão o monitoramento constante da previsão do tempo, a realização de obras de infraestrutura para evitar enchentes e deslizamentos de terra, e a conscientização da população sobre a importância de se manter em segurança durante a passagem dos ciclones.

- PATROCINADO -

Compartilhe esta história
Deixe um comentário

Divulgação

50 Receitas Fitness

Curso de Massagem

Baixe o Aplicativo do NINE!

Um portal que vai te apresentar experiências em Turismo, Música, Gastronomia e muito mais.

Para acessar no celular, baixe o App do NINE.

Para IPHONE,
Clique em:

Nine Receba notificaçoes de novas histórias, notícias e experiências.
.
Ativar Notificações