Comidinhas que não pesam no bolso em São Paulo

Nine
1706903073_Vitos-ambiente-Ligia-Skowronski_Veja-SP.jpg

- PATROCINADO -

No meio de um passeio por São Paulo bateu uma fominha que não é ainda aquela de sentar em um restaurante e pedir uma refeição completa? Ou a intenção é fazer uma parada para um lanche rápido ou comer alguma coisinha gostosa a qualquer hora do dia?

- PATROCINADO -

Sem problemas! No universo gastronômico da capital paulista existem lugares onde saborear um salgado ou um doce delicioso não custa uma fortuna e rende bons momentos ao paladar. 

O guia VEJA SÃO PAULO COMER & BEBER 2023 selecionou dez endereços de comidinhas para a seção Bom e Barato. A Taqueria Atzi foi a campeã da categoria. J. Café e Maria Cristina Doces, os outros finalistas. Este último, aliás, tem um atrativo extra: uma das unidades da doceria fica no centro histórico de São Paulo, repleto de opções de passeio, como o Centro Cultural Branco do Brasil e o Pátio do Collégio (veja no bônus). 

Completam o time da seleção do guia: Cangote Sorvetes, Jota Hamburgers, La Guapa Empanadas, LosDos Taqueria, Mercadinho Dalva e Dito, the little coffee shop e Vito’s Pizza

Confira, a seguir, o que cada um deles oferece e delicie-se!

Os três melhores da categoria Bom e Barato – Comidinhas 

Taqueria Atzi

Rua Mourato Coelho, 1233 – Pinheiros – (11) 94900-0044 – Instagram: @atzitaqueria

Com ambiente embalado por músicas latinas, a Atzi buscou inspiração nas taquerias moderninhas da Cidade do México. Os tacos, claro, são o destaque no cardápio enxuto da campeã na categoria comidinhas da seção Bom e Barato do guia VEJA SÃO PAULO COMER & BEBER 2023. 

Base dos tacos, as tortilhas macias, de milho orgânico, são finalizadas à vista do freguês (a cozinha é aberta), na hora do pedido. Um dos recheios mais tradicionais é o al pastor, com carne de porco marinada com pimenta seca e especiarias, retirada já fatiadinha da grelha vertical sobre o disco de tortilha. Leva ainda abacaxi, salsa, cebola e coentro.

Também tem boa acolhida entre os fregueses os chamados “vampiros”, feitos com tortilhas crocantes, disponíveis com vários recheios, como o que reúne cogumelo-de-paris defumado na lenha de macieira, cebola-roxa e molhos guacachile e o ardido xnipec, conserva de habanero, cebola-roxa e orégano mexicano.

+ Veja outras taquerias em São Paulo

- PATROCINADO -
asada
Taco ‘asada’ do Atzi, que leva contrafilé marinado (Ligia Skowronski/Veja SP)

J. Café

Rua Guaipá, 186 – Vila Leopoldina – (11) 91118-0025 – Instagram: @jcafesp

É fácil saber que você está chegando ao J. Café, segundo colocado na categoria de comidinhas da seção Bom e Barato do guia VEJA SÃO PAULO COMER & BEBER 2023. Um agradável aroma espalha-se pela vizinhança. Isso porque os grãos são torrados ali mesmo, à vista do freguês, na máquina de torrefação instalada bem na entrada do salão. 

Os grãos especiais, aliás, são as estrelas do lugar. Ficam acondicionados em tubos gigantes fixados nas paredes de tijolo aparente e podem ser comprados em pacotinhos de 250 gramas. Há opções como a variedade catiguá, da Fazenda Luciana, região de Alta Mogiana (MG). 

Acomodando-se em uma das mesas do salão ou nas que ficam no quintal, você pode saborear os grãos especiais do catálogo ali mesmo. É o caso da variedade arara, produzido pela Fazenda Roça Grande, de Caparaó (MG). Ela pode ser preparada no método clever, que rende uma bebida de sabor levemente frutado, quanto no chemex, resultando em um café de corpo médio e doçura caramelada. 

Entre as opções tradicionais de bebida, o cappuccino, com o leite vaporizado levemente aerado, mas sedoso, leva uma mistura de grãos que varia todo mês.

Para beliscar, as comidinhas, feitas por parceiros, contam com sugestões como o bolo gelado de coco coberto de creme, bolo de brigadeiro docinho, com camadas do doce cremoso e granulado quadradinho, ou pão de mel com recheio de doce de leite.

Bolo de coco, J. Café, São Paulo, Brasil
Bolo de coco molhadinho do J. Café (Clayton Vieira/Veja SP)

Maria Cristina Doces

Rua Álvares Penteado, 188 – Centro – (11) 3104-1914 – Instagram: @mariacristinadocesoficial

Dedicada à tradição dos doces portugueses, a doceria começou a produzi-los há quatro décadas numa pequena cozinha na zona Norte da cidade, onde ainda mantém a fábrica, a partir de receitas de família. 

Na terceira colocada entre os endereços de comidinhas da seção Bom e Barato do guia VEJA SÃO PAULO COMER & BEBER 2023, a receita mais procurada pela freguesia é o clássico pastel de nata, de massa folhada delicada e crocante, recheada de creme de ovos. 

Também faz sucesso o travesseiro de Sintra, salpicado de açúcar e canela, com massa fininha e creme de amêndoa e de gema. Segue na mesma linha o toucinho do céu. Outra tentação doce é a torta papo de anjo, um bolo à base de gemas, com fios de ovos e lascas de amêndoas. 

Para acompanhá-los, a casa serve café expresso, soda italiana e mate gelado. Mas você pode também optar por um cálice de vinho do porto. 

Demais selecionados

Cangote Sorvetes 

Rua Aureliano Coutinho, 278 – Loja 2, Vila Buarque – (11) 97825-9452 – Instagram: @cangotesorvetes

Sabores nordestinos, muitos dos quais feitos com frutas regionais, são o forte da sorveteria do baiano de Feira de Santana Anderson Maciel Boeira, que também inclui opções da região Norte.

O de cajá (ou taberebá como a fruta também é conhecida) é um dos carros-chefes e o mais vendido na casa. Nessa linha tem ainda os de açaí, caju, cupuaçu, jaca, mangaba, umbu e siriguela. 

Entre os cremosos, feito de leite, o sorvete de tapioca traz bolinhas hidratadas no leite de coco. E o de nata e goiaba tem recheio do doce da fruta cremoso mesclado à base branca. 

+ Confira outras sorveterias em São Paulo

Cangote Sorvetes Nordestino, São Paulo, Brasil
Sorvete de cajá é o mais vendido da Cangote (Ligia Skowronski/Veja SP)

Jota Hamburgers

Avenida Paulista, 1230 (Shopping Cidade São Paulo) – Bela Vista – (11) 2853-0674 – Instagram: @jotahamburgers

Instalado no lado externo do Shopping Cidade São Paulo, a lanchonete é fruto da parceria entre Julio Raw, do Z Deli, e o grupo Ráscal. Em estilo expresso, a casa segue o modelo de redes americanas como o Shake Shack, com pedidos feitos no caixa. 

O sanduíche que leva o nome da casa é composto de um disco de carne fininha, alface, tomate, picles de pepino, queijo americano, molho da casa (de maionese, mostarda, ketchup e relish de pepino) no pão de hambúrguer. Pode ser pedido na opção combo, com bebida e batata frita. 

Para beber, além do chope Jota Session Ipa e de refrigerante, tem milk shake nos sabores chocolate, morango e baunilha. 

La Guapa Empanadas

Rua dos Pinheiros, 248 – B – Pinheiros – (11) 26198357– E mais 17 endereços. Instagram: @laguapasp

A rede é mais uma parceria da chef Paola Carosella e o empresário Benny Goldenberg, donos também do restaurante Arturito. 

Especialidade da casa, as empanadas estão disponíveis em catorze sabores, com massa  chamuscada (aqueles queimadinhos inconfundíveis da marca). 

Os mais tradicionais podem pedir a clássica salteña, com recheio de carne, azeitona, ovo e batata cozida. Ou a pucacapa, de cebola caramelada levemente picante e muçarela. 

Boa opção para quem evita carne, a planteña, de massa de quinoa e azeite traz recheio de tempê (pasta fermentada de grão-de-bico, azeitona e passas). Vale provar ainda a canastra, que combina em seu interior queijos brasileiros, como o Canastra e o meia cura, além de cebolas douradas. 

Optando pelo menu Guapa, você recebe duas empanadas e uma salada fresca. 

La Guapa, São Paulo, Brasil
Unidade do La Guapa no Baixo Augusta (Neuton Araujo/Divulgação)

LosDos Taqueria

Rua Guaicuí, 26 – Pinheiros – (11) 3539-3549 – Instagram: @losdos_taqueria 

O famoso quitute de rua mexicano é a especialidade do estabelecimento dos sócios Caio Alciati e João Marcelo Gertel. No pequeno imóvel numa ruazinha agitada de Pinheiros, os clientes são recebidos em mesinha na calçada e um balcão onde são feitos os pedidos.  

Os tacos estão disponíveis em dez sabores, como o tradicional al pastor, com carne de porco condimentada preparada no trompo (grelha vertical), salsa verde, cebola, coentro e abacaxi.

Os discos de massa macia feita de milho são a base ainda de recheios como o carnitas, de porco desfiado, picles suaves de cebola-roxa, repolho, coentro e guacachile (molho de abacate).

Vegetarianos não foram esquecidos: eles contam com o taco de couve-flor, preparado com os floretes fritos até ficarem bem tostadinhos mais coalhada, pó de hibisco e salsa china, um molho de pimenta.

E, para encerrar a comilança, nada melhor do que um docinho. O taco guayaba reúne queijo Boursin, goiabada e castanha do Pará sobre tortilha frita.

LosDos, São Paulo, Brasil
O clássico ‘al pastor’ está entre as opções do LosDos (Clayton Vieira/Veja SP)

Mercadinho Dalva e Dito

Rua Padre João Manuel, 1115 – Jardim Paulista – (11) 3068-4444 – Instagram: @mercadinhodalvaedito

A rotisseria fica estrategicamente na entrada do restaurante Dalva e Dito, do chef Alex Atala (um dos finalistas na categoria melhor brasileiro do guia VEJA SÃO PAULO COMER & BEBER 2023). 

A clientela pode escolher pratos para levar de um cardápio variado. Mas há também uma boa lista de comidinhas que podem ser consumidas ali mesmo. Uma das mais pedidas é a coxinha de frango, com casquinha dourada e crocante, massa cremosa, recheio da ave bem desfiada e um toque de Catupiry na medida certa. 

Outra opção de lanche rápido é o bao, pãozinho asiático cozido no vapor que ganhou versões em diversos estabelecimentos da cidade. É oferecido recheado em duas versões: uma com polvo, tamarindo, maionese de dashi, pó de bacon e folha de shissô e outra com ragu de cogumelos, maçã verde, cebola-roxa e conserva de alga wakame. 

Para arrematar, é um pecado sair sem experimentar o bolo de coco, uma das especialidades da casa, gelado e molhadinho. Par perfeito para um café expresso. 

+ Veja onde comer as melhores coxinhas de São Paulo

Mercadinho Dalva e Dito, São Paulo, Brasil
A coxinha de frango é uma das opções mais pedidas no Mercadinho Dalva e Dito (Rubens Kato/Divulgação)

the little coffee shop

Rua Lisboa, 357 – Pinheiros – (11) 97042-9522 – Instagram: @thelittlecoffeeshop

Decorado com banquetas e mesinhas de madeira, a cafeteria da barista Flavia Pogliani é um convite para experimentar cafés elaborados com grãos selecionados por ela. 

Além do expresso encorpado e com boa crema, o cardápio traz sugestões como o moka três leites, combinação de expresso, chocolate e leites (comum, de coco e condensado). 

Para acompanhar, docinhos e bolos, como o de coco gelado e bem úmido. E ainda há uma seleção de mimos, como canecas e outros acessórios, que garantem uma lembrancinha simpática. 

Vito’s Pizza

Rua Doutor Melo Alves, 293 – Jardim Paulista – (11) 97460-0293 – Instagram: @vitospizza.sp

O ponto é pequeno e com poucos lugares na parte interna, por isso, com tempo bom, uma boa dica é se acomodar no parklet em frente. Os sócios, Victor Baccarat e Tamara Feijó, buscaram inspiração em estabelecimentos de Nova York que vendem pizza em fatias. Antes de abrir a casa aqui, aliás, eles fizeram cursos e visitaram mais de vinte dessas pizzarias americanas do gênero. 

Na Vito’s, os discos são vendidos em pedaços bem servidos ou inteiros. A massa é crocante e sequinha, feita com fermentação longa (48 horas). São cinco sabores de cobertura, que ficam expostos numa vitrine e aquecidos em forno elétrico na hora de servir. 

A pizza supreme, por exemplo, combina peperoni, cebola, cogumelo, linguiça, pancetta, azeitona, pimentão, muçarela e parmesão com molho de tomate pedaçudo de sabor agradável. A branca vem sem molho e leva muçarela, alho, espinafre e ricota cremosa.

Com a mesma massa, o casal faz pãezinhos no formato de nós, com manteiga temperada com azeite, alho, salsa e parmesão. A porção com quatro unidades vem acompanhada de molho marinara no copinho de plástico e rende uma ótima entradinha. 

+ Veja onde saborear pizzas estilo napolitano em São Paulo

Vito's, São Paulo, Brasil
Vito’s: carinha de pizzaria nova-iorquina (Ligia Skowronski/Veja SP)

Bônus 

Centro Cultural Banco do Brasil – CCBB 

Rua Álvares Penteado, 112 – Centro – São Paulo – (11) 4297-0600 – Site

Construído em estilo eclético, o prédio projetado pelo arquiteto Hippolyto Pujol Junior, inaugurado em 1901 na esquina da Rua Álvares Penteado com a Rua da Quitanda, foi comprado em 1923 para abrigar a primeira agência do Branco do Brasil em imóvel próprio na capital paulista. 

Era um endereço estratégico: ficava no chamado Triângulo, a área geográfica delimitada pelo Pateo do Collegio, o Mosteiro de São Bento e o Largo São Francisco, o coração histórico paulistano. A região concentrava um elegante centro comercial, social, econômico e político daquela época. 

A agência do BB ocupava o térreo, e no subsolo ficava o cofre, que incluía uma ala com gavetas para guardar documentos, jóias e pertences pessoais. Nos cinco pavimentos restantes do edifício funcionavam escritórios. 

O BB desativou a agência em 1996. Mas foi somente em 2001 que o banco transformou o edifício inteiro em um dos centros culturais mais efervescentes da capital paulista, com espaços para exposição, teatro, cinema, música e auditório para palestras, debates e oficinas educativas. 

“Encruzilhadas da Arte Afro-Brasileira” é uma das exposições em cartaz até 18 de março. A mostra, que reúne obras de 61 artista negros brasileiros dos dois últimos séculos, está distribuída nos cindo andares do CCBB. 

Pátio do Colégio (Pateo do Collegio) / Museu Anchieta 

Praça Pátio do Colégio, 02 – Centro – (11) 3105-6899 – Site

Foi neste local que os padres Manoel da Nóbrega e José de Anchieta ergueram a primeira construção da cidade de São Paulo, em 1554. Porém, o complexo atual formado por igreja, biblioteca, museu e um café, é uma réplica. 

A estrutura original foi demolida no século XIX. A reconstrução, inspirada na pioneira, foi finalizada em 1979, por Adolpho Lindenberg, e preservou uma parede de taipa, que restou de uma ampliação feita em 1585.

O Museu Anchieta, parte do complexo, reúne um acervo de arte sacra e religiosa do século XVI até meados do século XX. Painéis, mapas, textos explicativos e maquete ajudam os visitantes a compreender a contextualização da fundação da cidade e as transformações sofridas pelo espaço de 1554 até hoje. 

Para saber as condições e o agendamento de visitas monitoradas, ligue para o telefone (11) 3105-6899, de terça a sexta-feira, das 9h às 16h30.  

Leia tudo sobre São Paulo

Busque hospedagem em São Paulo

Compartilhe esta história
Deixe um comentário

Apoios

Baixe o Aplicativo do NINE!

Um portal que vai te apresentar experiências em Turismo, Música, Gastronomia e muito mais.

Para acessar no celular, baixe o App do NINE.

Para IPHONE,
Clique em: