As doenças do coração são responsáveis por 30% dos óbitos no Brasil, afirma o Ministério da Saúde

Nine
Eduardo Lanaro, cardiologista clínico e intervencionista e responsável pelo Setor de Hemodinâmica do Hospital Amhemed

Somente em um hospital de Sorocaba, entre 2021 e 2024 foram mais de casos de Infarto Agudo do Miocárdio

Conforme os dados divulgados pelo Ministério da Saúde, de janeiro a agosto de 2023 foram diagnosticados 240 mil casos de pessoas com problemas cardíacos, com registro de uma morte a cada sete casos. Trazendo este cenário para o contexto da região de Sorocaba, de acordo com os dados divulgados pelo Hospital Amhemed referentes ao Infarto Agudo do Miocárdio, de 2021 a 2024 foram mais de 80 casos atendidos somente pelo hospital.

- PATROCINADO -

A principal causa do infarto é a aterosclerose, uma doença causada pela gordura que se acumula nas placas das artérias causando obstrução, o infarto acontece quando ocorre o rompimento de uma dessas placas, o que forma coágulos e a interrupção do fluxo sanguíneo. Segundo o médico Eduardo Lanaro, cardiologista clínico e intervencionista e responsável pelo Setor de Hemodinâmica do Hospital Amhemed, a aterosclerose é um diagnóstico comum e por ser assintomática só é possível identificar em exames periódicos, por isso a importância de check-up.

- PATROCINADO -

Conforme a Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (Socesp), 23% dos brasileiros nunca foram ao cardiologista, o que reflete na estatística de que 14 milhões de pessoas vivem com alguma enfermidade cardiovascular no Brasil.

A dor no peito é um dos principais e mais comuns sintomas, por isso, é considerado um sinal de alerta e deve ser atendido, como foi o caso do José Eduardo Massa, contador com 62 anos, que nos primeiros sintomas procurou ajuda. “Senti uma sensação de fraqueza, um incômodo peitoral e fui para o hospital, chegando lá, o plantonista notou uma baixa frequência cardíaca e identificou hipótese de um infarto e logo me colocou em observação”.

O cardiologista responsável pelo caso do contador explica que, após os exames, foi constatada a obstrução na principal artéria do coração. “Após realizarmos o cateterismo cardíaco, encontramos lesão severa na artéria descendente anterior, a mais importante do coração, realizamos então uma angioplastia para facilitar o fluxo sanguíneo e, com isso, complicações hemorrágicas”, explica o cardiologista.

“Casos como o do José acontecem diariamente em qualquer emergência, mas, nesse caso, conseguimos um resultado diferente, recuperamos a vida dele. No dia seguinte ao procedimento, com orientação para continuar a prevenção secundária, o paciente foi para casa para se cuidar com o carinho e atenção da família”, conta o responsável pela hemodinâmica e cardiologia intervencionista do Hospital Amhemed.

Este foi um caso com final feliz, mas é importante ressaltar que o cuidado com a saúde tem sido cada dia mais necessário. “Depois que o susto passou, eu agradeci muito a Deus por uma nova chance de viver. Agradeci também pelo comprometimento da equipe médica com a minha vida, agora é fazer o acompanhamento e cuidar mais da minha saúde”.

Compartilhe esta história
Deixe um comentário

Divulgação

50 Receitas Fitness

Curso de Massagem

Baixe o Aplicativo do NINE!

Um portal que vai te apresentar experiências em Turismo, Música, Gastronomia e muito mais.

Para acessar no celular, baixe o App do NINE.

Para IPHONE,
Clique em:

Nine Receba notificaçoes de novas histórias, notícias e experiências.
.
Ativar Notificações