Mãe ou governanta: quem vai entrar com Eduardo Costa em casamento?

Nine
foto-abre-eduardo-costa-mae-e-governanta-2023.jpg

- PATROCINADO -

Após a coluna LeoDias revelar que a mãe biológica de Eduardo Costa não foi ao casamento no civil entre o cantor e Mariana Polastreli e que o sertanejo guarda mágoas passadas de sua genitora, este espaço conta agora uma dúvida que tem intrigado aqueles que estarão presentes na cerimônia religiosa do próximo sábado (8/4). Afinal, quem vai entrar com o sertanejo?, a sua mãe biológica ou Ângela, a governanta a quem ele se refere como mãe?

- PATROCINADO -

Em entrevista ao programa Fofocalizando, do SBT, Maria Costa, mãe biológica do cantor, afirmou que irá à cerimônia religiosa marcada para o próximo sábado (8/4), mas não soube dizer como funcionará a entrada no altar com o filho: “Eu ainda não estou informada como vai proceder a entrada ainda. Mas, eu sei que o meu papel eu vou cumprir”, disse.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1

0

 

O clima de incertezas se estabelece pelo fato de no casamento civil ter sido Ângela a pessoa que esteve ao lado de Eduardo, enquanto sua mãe biológica, Maria Costa, não compareceu. Ao fofocalizando ela explicou o motivo da ausência: “Eu tive uma visita muito importante em um momento de doença em casa e eu tive que dar atenção (…) Era só o casamento civil. Eu que não pude ir e como não era de tão importante a minha ida, eu dei prioridade à minha família”. 

Ângela é governanta de anos do cantor, a quem ele tem profundo carinho e não apenas a reconhece como mãe, como também se refere a ela assim.

A coluna também procurou Eduardo Costa para saber com quem, de fato, o sertanejo subirá ao altar. Segundo o cantor, ele entrará com a mãe, no entanto, não especificou a quem se referia – a mãe seria a biológica, Maria Costa, ou sua governanta Ângela.

No entanto, ainda de acordo com Maria Costa, poderia existir ainda uma terceira possibilidade: Eduardo optar entrar na cerimônia com o enteado Theo, filho de Mariana Polastreli.

Entenda a mágoa que existe entre Eduardo Costa e sua mãe biológica

- PATROCINADO -

Nesta quarta-feira (5/4), a coluna LeoDias contou detalhes exclusivos sobre um passado repleto de mágoas e desapontamentos existentes entre Eduardo Costa e sua mãe biológica, Maria Costa. 

Ainda na infância de Eduardo Costa e de seus irmãos, a família do cantor deixou Abre Campo, em Minas Gerais, rumo a Belo Horizonte, em busca de melhores oportunidades. No entanto, no novo endereço, o pai do cantor conheceu outra mulher e abandonou a esposa e os filhos pequenos.

O baque foi grande. Maria Costa não conseguiu se erguer e lutar para criar os filhos e entrou em uma depressão. Eduardo, ainda criança, abraçou os irmãos e passou a vender itens como picolé e salgadinho nas ruas para colocar comida em casa. 

Naquele momento, Eduardo Costa não conseguiu entender a situação da mãe e se sentiu abandonado por ela, o que resultou em uma mágoa. Ao começar a trilhar sua carreira como cantor, Eduardo Costa conheceu Ângela, governanta, que rapidamente caiu nas graças do sertanejo e passou a ser considerada e tratada como uma “mãe”. 

No entanto, apesar do histórico, em conversa com o Fofocalizando, do SBT, Maria Costa destacou que mantém uma boa relação com o filho. “Ele além de ser filho, é pai dos outros irmãos. Ele que cuida de nós, é uma responsabilidade muito grande que aquele homem tem. Ele começou a trabalhar ainda criança, com nove anos, para cuidar dos irmãos”, disse ela.

Para ficar por dentro de tudo sobre o universo dos famosos e do entretenimento siga @leodias no Instagram.

Agora também estamos no Telegram! Clique aqui e receba todas as notícias e conteúdos exclusivos em primeira mão.

Compartilhe esta história
Deixe um comentário

Apoios

Baixe o Aplicativo do NINE!

Um portal que vai te apresentar experiências em Turismo, Música, Gastronomia e muito mais.

Para acessar no celular, baixe o App do NINE.

Para IPHONE,
Clique em: