Não há evidência de que Covid-19 surgiu em laboratório da China, dizem EUA

Nine
tagreuters.com2023binary_LYNXMPEJ5N004-FILEDIMAGE.jpg

- PATROCINADO -

As agências de inteligência dos Estados Unidos não encontraram evidências diretas de que a pandemia de Covid-19 se originou de um incidente no Instituto de Virologia de Wuhan, na China, segundo um relatório liberado nesta sexta-feira (23).

- PATROCINADO -

O relatório de quatro páginas afirma que as agências de inteligência ainda não podem descartar a possibilidade de que o vírus tenha vindo de um laboratório. No entanto, eles não foram capazes de descobrir as origens da pandemia.

“A Agência Central de Inteligência e outra agência continuam incapazes de determinar a origem precisa da pandemia da Covid-19, pois ambas as hipóteses (naturais e de laboratório) dependem de suposições significativas ou enfrentam objeções com relatórios conflitantes”, disse.

As agências disseram que, embora um “trabalho extensivo” tenha sido conduzido no Instituto de Wuhan (IVW), não foram encontradas evidências de um incidente específico que pudesse ter causado o surto.

“Continuamos a não ter nenhuma indicação de que as pesquisas pré-pandêmicas do IVW incluíam o SARS-CoV-2 ou um progenitor próximo, nem qualquer evidência direta de de que um incidente específico relacionado à pesquisa ocorreu envolvendo pessoal do IVW antes da pandemia, que poderia ter causado a pandemia de Covid”, afirma o relatório.

Compartilhe esta história
Deixe um comentário

Apoios

Baixe o Aplicativo do NINE!

Um portal que vai te apresentar experiências em Turismo, Música, Gastronomia e muito mais.

Para acessar no celular, baixe o App do NINE.

Para IPHONE,
Clique em: